Quinta-Feira, 25 de Janeiro de 2018, 03h:33

Tamanho do texto A - A+

NOMEAÇÃO DE MINISTRA lembra a paródia de colocar “raposa para tomar conta do galinheiro”

Por Mané Catraca\


Está pegando mal para Michel Temer e companhia a insistência em manter a indicação da deputada federal Cristiane Brasil, filha do cacique do PTB, Roberto Jefferson, para o Ministério do Trabalho, apesar das sucessivas decisões judiciais que vêm barrando a sua nomeação e posse.

Nesse imbróglio do Planalto chama a atenção o fato que a filha de Jefferson já foi condenada pela Justiça por infringir leis trabalhistas, como  manter serviçais trabalhando até 15 horas por dia, sem pagar a eles o tempo extra.

Obviamente, essas condenações não fazem parte de nenhum currículo recomendável para alguém que almeja ser nomeado (a) ministro (a), principalmente do Trabalho;

Insistir nessa tecla lembra a paródia de colocar “raposa para tomar conta do galinheiro”.

É preciso ser mais claro?