Quarta-Feira, 24 de Janeiro de 2018, 23h:45

Tamanho do texto A - A+

DOIS LADOS DE MAGGI: Antes cortejava Lula e diante da desgraça do petista, não lamenta e diz que a “vida segue”

Por Mané Catraca

 

Quando Lula desfrutava de altos indices de popularidade e prestígio político, época em que chegou a ser chamado de “O Cara” pelo ex-presidente Obama, entre seus principais cortejadores se encontrava o senador e hoje ministro da Agricultura, Blairo Maggi.

Agora, que o petista caiu em desgraça e está condenado pela Justiça Federal, ao invés de lamentar a desdita do líder que ele antes seguia, inclusive em viagens ao exterior, Maggi se limita a dizer, diante dessa fase negativa de Lula, que a “vida segue”... 

De forma fria, sem expressar sentimento de tristeza, como se não tivesse usufruido da intimidade do poder no "lulismo" e benesses nesse relacionamento. Assim mesmo: “A vida segue”.

Porém, este velho Catraca lembra de outra: “Nada como um dia atrás do outro!” Se a frase não presta para muita coisa e nem serve de consolo, quando nada mostra o caráter de certas pessoas. As eternas amigas do poder e adeptas da teoria “Rei Morto, Rei Posto”.

Em tempo:  a expressão de Maggi faz parte do contexto de uma fala, dita por ele na Suiça, ao analisar aspectos econômicos que podem surgir em função de eventual crise derivada da condenação de Lula.

 

Diante disso, resta esperar o que vão dizer quando Michel Temer deixar a Presidência e por infelicidade dele, cair também em desgraça?!