Domingo, 29 de Abril de 2018, 03h:03

Tamanho do texto A - A+

ENTENDIMENTO ENTRE AS PARTES: Mato Grosso Saúde e Fórum Sindical buscam equilíbrio financeiro para manutenção do plano

Redação

Na última sexta-feira (27.04) o Mato Grosso Saúde reuniu o Fórum Sindical na Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) para que fosse exposta a importância do reajuste dos valores das mensalidades do plano. O atual presidente, Basílio Bezerra, defendeu a necessidade de haver incremento de receita para melhorias gradativas do instituto.

“Não estamos falando de aumento dos valores das mensalidades, e sim do reajuste inflacionário, conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o mesmo índice que ajustou o RGA, para que o Instituto possa andar com suas próprias pernas. Só assim conseguiremos ter um equilíbrio financeiro do Plano. Com este novo valor arrecadado, o Plano basicamente pagaria as suas contas mensais e também, vislumbraríamos outras formas de melhorias”, frisou Basílio.

Para Edmundo César Leite, Presidente do Sindicato dos Profissionais da Área Meio do Poder Executivo (Sinpaig/MT), é importante o servidor também entender este momento. "Vamos apoiar este reajuste e o servidor precisa estar ciente de que a medicina é cara e tem preços que aumentam sempre. Tivemos até o ajuste do RGA, então o valor do Plano precisa ser revisado com estes índices também, mesmo por que está há 3 anos sem reajustes, então isso é imprescindível."

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Público do Estado de Mato Grosso (SISMA/MT), Oscarlino Alves, o plano precisa de melhorias para os seus beneficiários. “Estamos dando este voto de confiança que o Mato Grosso Saúde precisa neste momento para que construam melhorias aos nossos servidores que hoje necessitam do Plano”.

Já o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Desenvolvimento Econômico e Social (Sindes/MT), Adolfo Grassi, frisa a importância do Mato Grosso Saúde buscar o equilíbrio econômico. “A tomada de decisão sobre o reajuste é necessária, pois temos que encontrar um caminho em meio ao problema."

Basílio defende ainda a importância do dialogo entre o Fórum Sindical e o Instituto. “É de extrema importância este tipo de encontro entre o Mato Grosso Saúde e os sindicatos acontecer, é muito proveitoso, pois eles são a ponte para os servidores do Estado. E estaremos sempre de portas abertas para recebe-los para somar conosco na construção de melhorias ao nosso Plano”, reforçou.