Domingo, 08 de Outubro de 2017, 23h:09

Tamanho do texto A - A+

Na raça e na pressão, Cruzeiro vira sobre a Ponte Preta e chega ao G-4

Redação


O Cruzeiro derrotou a Ponte Preta na tarde deste sábado (7), no Mineirão, por 2 a 1, de virada. Atrás no placar desde o início da partida, o Cruzeiro buscou o resultado na etapa complementar e construiu o resultado com gols de Thiago Neves e Manoel.

Com o triunfo, a Raposa agora é a quarta colocada no Brasileirão, com 44 pontos. O próximo compromisso do time celeste na competição será contra o Grêmio, na próxima quarta-feira, em Porto Alegre.

O jogo

O primeiro tempo foi bastante estudado e de poucas finalizações. A primeira chance aguda do jogo foi do time adversário. Lucca sofreu pênalti de Rafael aos 11 minutos. Danilo partiu para a cobrança e abriu o placar: 1 a 0 para a Ponte Preta.

O Cruzeiro teve suas melhores chances com chutes de média distância. Primeiro, Hudson, aos 42, limpou a jogada pela esquerda e chutou rasteiro, para defesa de Aranha.

Já nos acréscimos, aos 47, Alisson fez boa jogada pela ponta e rolou para Henrique. O capitão arrematou com força e a bola passou com muito perigo, à direita do gol adversário.

Na volta para o segundo tempo, o Cruzeiro logo ensaiou uma pressão na busca pelo empate. Logo aos 2 minutos, Rafinha fez grande jogada pela direita, fintou o zagueiro duas vezes, cruzou com perigo, mas a bola passou por toda a extensão da área.

Aos 5, outra chance estrelada. Após bola rebatida pela defesa da Ponte, Thiago Neves e Alisson tabelaram na entrada da área. O camisa 30 chutou cruzado, mas a zaga desviou.

Thiago Neves mais uma vez criou grande chance aos 15. O meia recebeu bom passe de Manoel, chutou forte, mas Luan Peres salvou praticamente em cima da linha.

A Raposa continuou em cima. Aos 26 minutos, Ezequiel arriscou de fora da área, mas a bola ganhou a linha de fundo.

De tanto pressionar, o Cruzeiro chegou ao empate aos 27 minutos. Após rebote de Aranha em chute de Alisson, Thiago Neves, bem posicionado, cabeceou para o fundo das redes: 1 a 1.

Aos 29, Thiago Neves novamente. O camisa 30 recebeu passe de Rafinha, passou por dois adversários, mas foi abafado por Aranha.

No minuto seguinte, a virada: Thiago Neves bateu o escanteio pela direita com maestria, e Manoel desviou com estilo, sem chances para Aranha: 2 a 1.

A Ponte Preta tentou a resposta aos 32. Após bola rebatida, Emerson Sheik saiu cara a cara com Rafael e chutou com potência, mas o arqueiro celeste fez excepcional defesa.

Aos 39 minutos, mais uma chance do time adversário. Em cobrança de escanteio, Elton subiu no primeiro poste e desviou por cima do gol de Rafael.

O Maior de Minas voltou ao ataque aos 46. Rafael Marques fez grande jogada pelo meio e acionou Ezequiel. O lateral direito avançou e chutou forte, para defesa de Aranha.

Este foi o último lance de perigo da partida, que terminou com a grande vitória celeste de virada, por 2 a 1.