Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 10h:31

Tamanho do texto A - A+

Bradesco e Tishman Speyers fecham maior negócio do ano

Redação

A Tishman Speyer e o Bradesco acabam de selar o maior negócio imobiliário de 2018. Os quase 40 mil metros quadrados do edifício Port Corporate Tower, de 22 andares, 18 dos quais de escritórios, na Zona Portuária, ao lado do INTO, que estavam vazios há alguns anos, serão ocupados pelas organizações Bradesco. Os donos da Tishman Speyer vieram esta semana ao Brasil, em seu jato particular, só para fechar o negócio.

Segundo maior banco privado do país, o Bradesco tem a maior rede de agências na capital e nos 92 municípios do Rio de Janeiro, onde atua como banco oficial do Estado. Não se sabe ainda se a operação vai envolver a transferência de unidades da Bradesco Seguros. O maior grupo segurador do país, que nasceu no Rio de Janeiro, tem suas operações divididas entre São Paulo e a sede da Rua Barão de Itapagipe, no Rio Comprido, onde estão a Bradesco Saúde, a Bradesco Auto-RE e a Bradesco Capitalização. 

O Port Corporate Tower tem o selo de qualidade ambiental LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que certifica que os empreendimentos são auto-sustentáveis com uso da energia solar e ventilação natural, que diminuem os impactos ecológicos. O prédio foi o primeiro empreendimento corporativo privado erguido no Porto Maravilha. Situado entre as Avenidas Brasil e Rio de Janeiro, conta com 560 vagas de garagem, academia e restaurantes.