Terça-Feira, 28 de Novembro de 2017, 21h:36

Tamanho do texto A - A+

Nesta terça-feira, Bolsa fecha em alta e dólar cai de olho no cenário político local

Redação

O principal índice da bolsa de valores paulista fechou em alta nesta terça-feira (28), otimista com o avanço do governo nas negociações para votar a reforma da Previdência.

O Ibovespa fechou com alta de 0,61%, a 74.511 pontos.

Às 10h48, o Ibovespa subia 0,48%, a 74.411,01 pontos.

Em entrevista, o ministro da Casa Civil, Romero Jucá, afirmou que, no Senado, o governo já conta com os votos.

Entre os principais destaques do dia, a Vale operou com alta acima de 3%, o Banco do Brasil, com mais de 2%, e o Itaú e Bradesco, acima de 1%. Outro destaque é a Cremer que disparou mais de 10% com a venda do controle para a Mafra, enquanto a Eternit reduziu os ganhos da manhã e valoriza 12% depois de anunciar que decidiu banir amianto de sua linha de produção.

O dólar fechou em baixa nesta terça-feira, após o indicado para assumir o comando do Federal Reserve, banco central norte-americano, Jerome Powell, reforçar a percepção de que a política monetária do banco continuará a trajetória de alta gradual dos juros.

Investidores seguem otimistas com eventual aprovação da reforma da Previdência.

O dólar fechou com baixa de 0,36%, a R$ 3,2087 na venda.

Às 11h01, o dólar recuava 0,20%, a R$ 3,2211 na venda.

No cenário externo, o dólar tinha leve alta ante uma cesta de moedas e operava misto sobre moedas de países emergentes.