Sexta-Feira, 03 de Novembro de 2017, 22h:33

Tamanho do texto A - A+

Bolsa fecha praticamente estável e dólar sobe nesta sexta-feira

Redação

O principal índice da bolsa paulista fechou praticamente estável nesta sexta-feira (3), com investidores avaliando dados norte-americanos e também ainda mantendo cautela diante do cenário política doméstico.

O Ibovespa fechou com alta de 0,11%, a 73.906 pontos.

A política local pressiona os negócios, conforme receios diante da possibilidade de que a reforma da Previdência não seja aprovada.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que se a reforma da Previdência for aprovada em uma versão enxuta, as regras de aposentadoria deverão ser revistas pelo Congresso nos próximos anos.

A nomeação de Jerome Powell pelo presidente dos EUA, Donald Trump, para o cargo de presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) também impacta os mercados nesta sexta. Powell substitui Janet Yellen, cujo mandato termina em fevereiro de 2018.

Às 11h01, o Ibovespa avançava 0,28%, a 74.028 pontos.

Às 12h54, o índice recuava 0,84%, a 73.207 pontos.

Às 16h, o índice tinha alta de 0,12%, a 73.914 pontos.

O dólar, por sua vez, fechou em alta nesta sexta-feira (3), influenciado pela elevação da moeda no exterior.

O dólar fechou com alta de 1,32%, a R$ 3,3071 na venda.

A moeda norte-americana subiu para as máximas da sessão ante uma cesta de moedas. O dólar tinha ainda forte alta ante divisas de países emergentes, como o rand sul-africano, a lira turca e o peso mexicano.

A troca de comando no BC americano também influencia na cotação do dólar frente a outras moedas nos últimos dias. Powell, banqueiro de investimentos e diretor do Fed desde 2012, é considerado de centro por analistas, possivelmente mais adepto à agenda de desregulação do governo Trump, além de teoricamente ser propenso a elevar os juros mais rapidamente que Janet Yellen. Como consequência, o dólar passou a ter forte alta durante a tarde.

Às 10h37, a moeda norte-americana recuava 0,45%, a R$ 3,2536.

Às 13h01, a divisa avançava 1,79%, a R$ 3,3266.

Às 16h, a moeda tinha alta de 0,95%, a R$ 3,2990.