Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 07h:17

Tamanho do texto A - A+

"BOMBA" NOS BOLSOS: Petrobras reajusta preços do diesel e da gasolina nas refinarias e aumento será repassado aos consumidores

Redação

Já é tradição na economia que quando aumenta os preços dos combustíveis há uma elevação nos custos de  outros produtos e serviços no país e que, na maioria das vezes, sua produção e comercialização sequer estão ligadas diretamente ao petróleo. É um efeito cascata perverso que penaliza a sociedade em geral, daí qualquer reajuste por menor que seja anunciado pela Petrobras, conforme ocorre agora, mexer com os bolsos (e bolsas) de muita gente.

 

A Petrobras anunciou na noite de ontem (20) um reajuste no preço dos combustíveis nas refinarias. A estatal aumentou o valor do diesel em 4,3% e da gasolina em 2,2%, em média. Os novos valores já valem a partir desta sexta-feira (21).

 

Gasolina

 

De acordo com a estatal, se o reajuste for integralmente repassado e não houver alterações nas demais parcelas que compõem o preço ao consumidor final, o diesel pode subir 2,9%, ou cerca de R$ 0,09 por litro, em média, e a gasolina, 1,2%, ou R$ 0,04 por litro, em média, nas bombas.

 

O aumento, segundo a Petrobras, se deve à elevação dos preços dos derivados nos mercados internacionais desde a última decisão de preço, que mais que compensou a valorização do real frente ao dólar, e por ajustes na competitividade da estatal no mercado interno.

 

“É preciso destacar ainda que o comportamento dos preços de derivados foi marcado por volatilidade nos mercados internacionais em resposta a evento geopolítico, como o ocorrido na Síria”, destacou a companhia em nota.